Pesquise aqui os títulos do blog

Carregando...

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

AUTOMOBILISMO EM LAGES/SC

Prezados amigos e visitantes do blog Showroom Imagens do Passado!

    Mais uma vez o nosso mais novo colaborador, o Elias Gottardo, da cidade de Lages/SC, nos presenteou com algumas lindas fotos antigas da sua cidade.
    As fotos à seguir foram feitas entre os anos de 1966 e 1967 e mostram duas de muitas corridas que aconteceram na cidade, estas são das 12 horas de Lages em 1966 e os 500 Km de Lages em 1967.



    A largada era dada na Av. Presidente Vargas, em uma descida com o calçamento as vezes molhado e a mais ou menos 500 metros de uma ponte que parecia um funil.
    Seguia até a chamada " Curva do Coral " (que tinha esse nome por causa do bairro de mesmo nome) e seguia pela reta do Coral que era de paralelepipedos irregulares, estreita, abaulada e normalmente com um pouco de barro trazido das laterais pelo tráfego do dia-a-dia e que exigia correções de rumo ao final da reta.
     Já nas proximidades do Batalhão, uma chicane em piso de terra, seguido de um contorno a esquerda demarcado por tonéis, para entrar na Av. Duque de Caxias, e daí para frente era pé no fundo até chegar na conhecida  " Curva do Muro ". A pista podia não ser lá essas coisas, mas era muito desafiadora.
   



PLÍNIO LUERSEN E OSNI PILAR


     As duas fotos acima são dos pilotos Plínio Luersen e Osni Pilar, que segundo nos escreveu o amigo e colaborador Elias Gottardo, com o Simca preparado por eles mesmos, chegava na frente de muita " Gente Grande ", tais como Wilson Fittipaldi e José Carlos Pace.


Showroom Imagens do Passado resgatando histórias

Fonte das imagens: Acervo pessoal de Elias Gottardo

Por favor deixe o seu comentário!
A sua opnião é muito importante para nós.

Atenciosamente: Administradores do blog Showroom Imagens do Passado

Colabore você também!
Envie suas fotos antigas para nós

Ao deixar o seu comentário por favor informe o seu e-mail

12 comentários:

Carlos Bruxel disse...

Muito bonito, obrigado por trazer essas lindas imagens.
Tenho apenas 16 anos e tenho pena que não nasci nesse tempo xD
Meu pai conta das corridas que ele assistia aqui em Novo Hamburgo-RS, quando os carros passavam na frente da casa dos meus avós. Essas corridas foram banidas no final dos anos 60, por serem perigosas e por um fato interessante, passavam na frente do hospital. (=
É uma pena que esse costume das corridas de rua tenha acabado, pois deviam ser muito emocionantes e dava a oportunidade para todos terem a paixão por carros rápidos e pelas corridas.
Contato:
carlos.mafiadagraxa@gmail.com
http://bruxels3d.blogspot.com

Anônimo disse...

Saudades de um tempo que não vivi.Era muito forte o espirito automotivo em Lages.Parece que a chrysler dominava a época. na foto 5 parece ser um Willys Capeta? Quantas Simcas,Dkw´s, Fuscas, Gordinnis, e tambem aparece um Onça-FNM?
Como deveria ser emocionante. Felicidades ao fotógrafo da época,esteja onde estiver.Eao pessoal do Blog pela oportunidade de ver.
de Juarez-MT

Alexandre disse...

Nossa que imagens lindas, sou de Lages, conheço todas estas ruas e pra ser sincero, só havia visto fotos antigas semelhantes no Museu da cidade, mas não de corridas de carros. Já havia ouvido falar destas corridas, mas ver fotos é realmente sensacional, parabéns à quem postou as fotos e ao blog pela oportunidade de conhecermos um pouco mais a história do automobilismo Lageano! Alexandre - Lages / SC.

Anônimo disse...

O Simca#77, escuro, é da dupla de Caxias do Sul, Juvenal Hermes Martini e Walter Dal Zotto, vencedores das 12 horas de Porto Alegre em 1963.

abç
Martim

Julio Mendes disse...

Os 500 km de lages não foram e 67 ,,mas sim em 63

minha casa dívida disse...

Caros amigos. RTegistrem suas vidas em fotos e serão felizes para sempre. Eu tinha 16 anos e pintava os números nos carros. Falta complementar muita informação. Uma delas não é Luersen e Osni Pilar . Este último era gordinho e seu simca 35.Luersen sempre teve o Número 7 a a grande história foi seu duelo com o alfa romeu JK de Catarino Andreata Camépão Gaúcho que deu um show.Seu alfa vazava gasolina, era um foguete, parava bastecia e Plinio o alcançava e assim até o final da prova. Hoje tenho uma alfa 156 porque seu ronco maravilhoso ficou nome sangue. Jamais esqueci. Era um carro que o velocímetro era de mercúrio na horizontal, avançava a 150 KmH.
Como eu pintava os carros eu tambem beliscava fazendo até uma fugida lá na reta da lactoplasa. Era de se orgasmar. Fórmula i hoje é autorama. Ná época vieram Luiz Pereira Bueno SP. Catarino Andreata, P.Alegre, Ciro Caires SP entre outros pela fama que Lages apontava. A Berlineta Willys era de Luis P. Bueno.Não lembro de ver fitippaldi por aqui mas jamais esquecemos . Abç. Marcos Lenzi

minha casa dívida disse...

Eu de novo novamente. Algumas lembranças mais: O trecho da curva "João Costa", Médico morador da esquina, era de calçamento e ali todos se arrebentavam no meio fio . Mais abaixo no posto fox, (Hoje Pizzaria) abriam duas pistas com um asfalto antipó esfarelado, até o coral. Velocidade máxima. Lá novamente calçamento até a Rex, mais um trecho da BR-282 em construção, e depois a Duque de Caxias numa só pista onde os carros chegavam ao seu limite. Ali os pegas eram vistos no trecho inteiro, de cima do morro onde eu ficava. O JK (Alfa Romeo) de Catarino Andreata,gaúcho, berrava tão alto que ouvia-se ele dar a volta inteira na pista passando as 5 marchas. Wruooooooooooooooooooooooooon. Algo fantástico que, os que viram e ouviram jamais esqueceram. No dia que você andar num Alfa Romeo não esquecerá jamais. Primeiro o ronco, depois um motor que parece que está falhando pronto para dar o salto, nas suas costas o carro dá um coice na arrancada e a cada marcha ele levanta cada vez mais, é como ir para o céu. Nos outrs carros, a passada de marcha menor cai o giro, no alfa ele vai levantando, por isso o berreiro. Até hoje, nenhum dos carros que tive e foram muitos em 50 anos, não me deram aquela sensação. Depois as Simca V8.Eram muitas porque o Brasil começava a montar aqui. Excelente carro Francês de passeio, rabo de peixe, que dava um banho, mas longe da tradição Alfa Romeu que já corria há mais de 30 anos e já tinha bloco de alumínio.Depois os DKW, motorzinho 4 c. a 2 tempos, com veneno na gasolina deixava cheiro por onde passava. Foi o primeiro carro com tração dianteira, entrava nas curvas de lado e saia de frente na mesma velocidade comendo todo mundo. Comia as Simcas, (Com M)
Sua marca trazia 4 circulos AUTO UNION, nada mais nada menos que a AUDI de hoje. Era uma união de fábricas. Depois os fuscas e Gordinis Franceses de menor potência. Quero registrar aqui o nome de Ernesto Ranzolin, Lageano nascido perto de Vacaria. Campeão Rio/Porto Alegre com as carreteras, lá pelos anos 40. Foi várias vezes campeão em outras corridas,peça seu nome no google e conhecerá sua história que dev ser resgatada.
Mais atrás, com 10 anos eu assiti outra corrida que dava a volta pelo cemitério, seguia a D.Pedro II. vinha pela Pres. Vargas, correia pinto e mal floriano. Estrada de pedra, algumas bicudas não paralelepípedo. Ganhou um Citroen daquelas baratinhas preta, Motorista Médico Dr. Carneiro Velho Bastos( me corrijam) onde correu também um primo meu Plátano Lenzi, dái a gasolina no sangue.
Quem tem o filme das corridas em lages? Abraços Marcos Lenzi
malenzi47@gmail.com

Juarez Furtado disse...

QUANTA LEMBRANÇA VOCÊ NOS DEU. PARABÉNS E AGRADECIDO POIS ESTAVA EU ENTRE OS CORREDORES COM UM CARRO MARCA INTERLAGOS.

JUAREZ FURTADO

Juarez Furtado disse...

QUANTA LEMBRANÇA VOCÊ NOS DEU. PARABÉNS E AGRADECIDO POIS ESTAVA EU ENTRE OS CORREDORES COM UM CARRO MARCA INTERLAGOS.

JUAREZ FURTADO

Gaspar disse...

BOm dia uma volta ao passado! eu assisti ma delas não sei se 1966 ou 1967, meu pai correu numa delas com um Sinca. lguem sabe onde posso encontrar a relação dos competidores destes dois anos? Estou fazendo uma retrospectiva das provas em que meu pai correu.
Grato
Rubens Pinheiro
e-mail rubenspinheirov8@yahoo.com.br

minha casa dívida disse...

ERRATA - Apenas para corrigir o que li acima e sou testemunha da época.A foto com Plinio Luersen e OSNI PILAR está errada , é Plinio com Juvenal Martini, (Caxias do Sul Rs) Na foto seguinte o mesmo erro. A pessoa encostada no carro é Juarez Regianini, e não Osni Pilar.

Marcos Lenzi

Anônimo disse...

A FOTO EM QUE APARECE PLINIO LUERSEN ELE ESTÁ COM O PRIMO ARNO EMILIO LUERSEN, DE PIRATUBA. INFORMAÇÃO PRESTADA POR MIM, ERNESTO LUERSEN, PRIMO DE AMBOS.