Pesquise aqui os títulos do blog

Carregando...

terça-feira, 24 de junho de 2014

DODGE CHARGER R/T 1972 - PARTE 3 - MOMENTO DE DESPEDIDA


PREZADOS AMIGOS E VISITANTES DO BLOG SHOWROOM IMAGENS DO PASSADO!
 
 
 
Chegamos a terceira parte dessa grande história e nela vamos contar como foram os momentos finais dos dois Charger R/T em terras gaúchas.
   A movimentação dos Dodges no pátio, levou quase duas semanas, devido alguns dias de chuva intensa naquele mês.
   Dia 20 de Fevereiro de 2010, o dia do embarque, foi marcado por uma mistura de sentimentos ao mesmo tempo.
     Tristeza, felicidade e saudade precipitada estavam presentes entre todas as pessoas que tiveram a oportunidade de acompanhar a trajetória destes carros até então.
    Essa mistura de sentimentos era por saber, que aqueles dois velhos conhecidos não estariam mais presentes conosco no dia a dia, porém sabíamos que eles seriam tratados dali para frente com todo o respeito e dedicação que eles mereciam.
      A movimentação foi grande naquela manhã quente em pleno carnaval de 2010  no pátio da antiga oficina da família Michel. E algumas horas depois os carros foram embarcados em um caminhão baú que os levaria até São Paulo.
     Desde sempre, tive muita curiosidade sobre o passado e a verdadeira história destes carros.
     Saber em qual concessionária foram comprados, quem foram as pessoas que os dirigiram, por onde andaram etc..
 

R/T 1973 Vermelho Índio, o primeiro a embarcar.
 
 
     Meu grande amigo, o Sr. Danilo Michel, é uma pessoa que viveu muitas coisas ao longo da sua vida. 
     Passou pelas duas guerras mundiais e sabe como ninguém o que foi a falta de recursos naquela época. 
     E é por isso que ele guardou tantas coisas ao longo da vida, incluindo as peças de Dodges.  
    Convencer ele à vender estes dois carros, não foi uma tarefa fácil. Pois acreditem vocês ou não, mesmo os carros tendo ficado do lado de fora do galpão dentro das suas limitações, vivia cobrindo e arrumando as lonas.
     Ver estes dois " filhos " saindo de casa, com certeza foi uma emoção muito forte para o nosso velhinho.
 






    Cenas fortes durante aquela manhã, na foto acima o Vermelho Índio já dentro do baú.





    Confesso para vocês que entre esses dois carros o meu preferido, sempre foi o R/T 72 Cinza Fênix.
    E ver ele saindo do pátio, não foi nada fácil também, mas como disse antes era para um bem maior, ver ele rodando novamente.
 








    As fotos falam por si meus amigos, mas para que vocês possam sentir um pouco do que foi o dia do embarque, convido todos a assistirem os vídeos inéditos daquele dia que estão logo abaixo.



Embarque do R/T 73 Vermelho Índio.

 
Toda a movimentação do embarque do
Dodge Charger R/T 1972 Cinza Fênix.
 
 

   Poucas pessoas, principalmente as que não tem nenhum tipo de envolvimento com carros antigos entendem o sentimento e as emoções que esses carros causam em nós.
    Embarcar esses dois carros, fechar as portas do baú e ver o caminhão indo embora, não foi nada fácil.
   Por alguns instantes fiquei parado na esquina olhando o caminhão se distanciar cada vez mais.
   E os velhos questionamentos sobre o passado dos dois carros novamente me vieram a cabeça.
   Qual seria a história deles?
   Quem foram seus proprietários?
   Por onde eles andaram?
   Será que saberíamos algo sobre eles algum dia?
   Existiria pelo menos uma fotografia de época deles?
   Bom! Quem saberia?
 
 
* NA PRÓXIMA POSTAGEM!
 
   A chegada dos Dodges em São Paulo;
Começa o processo de restauração;
 Surgem novas pistas sobre o passado do R/T 72 Cinza Fênix;
 
 
Showroom Imagens do Passado resgatando histórias
 
Por favor deixe o seu comentário!
A sua opinião é muito importante para nós
 
Atenciosamente: Administradores do Blog Showroom Imagens do Passado.
 
COLABORE VOCÊ TAMBÉM!
envie suas fotografias antigas para:
 
 
SEJA VOCÊ TAMBÉM UM DOS NOSSOS SEGUIDORES!
 
Cadastre seu e-mail na coluna lateral e seja comunicado a cada nova postagem do Blog Showroom Imagens do Passado

 
Acompanhe também a nossa página no Facebook
 

3 comentários:

Mário César Buzian disse...

Eu estava lá e também fiz os filmes e registros fotográficos...Foi um monto único, sem dúvida.
Um já renasceu, e o outro voltará em breve à vida, mais espetacular ainda !
Valeu por me relembrar um passado não tão distante, mas bastante prazeiroso, meu camarada !!
Abraço grande nosso, direto do pé-da-serra !!!!

Mauricio de Andrade Silveira Andrade Silveira disse...

Aquele ano foi para entrar para a história meu amigo.
Acabamos trazendo quatro Dodges de volta à vida.

SERGIO GUEDES disse...

É de emocionar qualquer Dodgeiro! Faço das palavras do moderador do blog as minhas...
"Poucas pessoas, principalmente as que não tem nenhum tipo de envolvimento com carros antigos entendem o sentimento e as emoções que esses carros causam em nós." Parabéns!